Marketing DigitalGoogle Analytics

O que é o Google Analytics e para que serve?

Até que ponto conhecem o vosso público alvo? Sabem quem vos visita, de onde vêm, o que fazem e como o fazem? E como é que esses dados podem ser usados para melhorar o desempenho do vosso negócio?

Felizmente há uma ferramenta de análise de comportamento dos utilizadores que, para além de ser facilmente integrada no vosso site, fornece os dados necessários às vossas campanhas digitais. O nome deste agente secreto é Analytics, Google Analytics.

O que é

O Google Analytics é uma ferramenta de análise de páginas web, blogs e redes sociais, que monitoriza os hábitos online dos utilizadores. Não só regista os perfis e movimentos dos visitantes, como gera relatórios personalizáveis em tempo real ou sobre um período de tempo, usando dezenas de sinais de dados.

Para além de responder às questões acima – de onde, quando, como e quantos visitam o vosso site – o Google Analytics regista também outros dados: que palavras chave foram usadas, informação técnica sobre os utilizadores (tipos de browser, dispositivo, sistema operativo) e onde é que passam mais tempo quando vos visitam.

Como funciona

O Google Analytics usa um bloco de código que se coloca numa área específica da vossa página. Este código vai monitorizar todas as atividades dos utilizadores, criando um conjunto de dados.

Esses dados são depois categorizados e apresentados num painel personalizável. É aí que visualizamos e filtramos os dados, e podemos gerar relatórios baseados em parâmetros específicos.

Por exemplo, podem perceber a que horas têm mais visitas, que cidades vos dão mais visitantes, quantos deles regressam, ou que a página de conversão não converte tanto como devia.

Como usar

O vosso objectivo é converter visitas em subscrições, compras, inscrições, etc. O Google Analytics permite seguir todos os passos do utilizador desde a referência de entrada no site (o link que o levou lá) até onde chegou no processo de conversão, se o completou, e qual a taxa de conversão total da vossa página.

Todas as métricas envolvidas podem ser filtradas para se definirem perfis de mercado muito detalhados. Mas estas três são as fundamentais:

  • Tempo médio na página 

Saber quanto tempo os utilizadores passam numa página ou tipos de página revela o interesse que têm pelo vosso conteúdo. Os textos do vosso site geram mais interesse do que os vídeos? O que fazem os utilizadores a seguir – respondem ao Call To Action, seguem para os conteúdos relacionados? Ou saem pouco tempo depois?

Esta informação ajuda a definir tanto a estratégia de conteúdos como analisar questões sobre as funcionalidades e design do vosso site.

COMO FAZER COM QUE OS UTILIZADORES FIQUEM?

  • Origem

De onde vieram os vossos visitantes? Foi através de um motor de pesquisa, de uma rede social, ou de outro site? Chegaram graças a um post que vos refere ou por causa dos vossos Ads?

Conhecer as referências permite criar melhores anúncios e decidir onde se devem posicionar para chegar aos utilizadores.

  • Interesses

Saber que palavras chave levam os utilizadores ao vosso site é extremamente importante, pois permite uma imagem mais clara das necessidades, interesses e tendências que os move.

Se são uma marca de vestuário desportivo podem observar picos de acessos criados por pesquisas sobre artigos específicos, de acordo com a época do ano: calções de banho no verão, camisolas polares no Inverno. Mas também podem descobrir tendências menos óbvias: de repente, saltar à corda é a moda da época.
SAIBAM QUANDO INVESTIR EM ADWORDS

Modo avançado

Existem milhares de combinações de filtros que vos irão mostrar quem são os vossos utilizadores e o que fazem. Já nem é olhá-los à lupa, mas ao microscópio atómico: saibam a  faixa etária e o género de quem vos visita, que afinidades partilham com outros grupos de mercado, como culinária ou desporto.

Criem alertas de eventos inesperados, como um aumento de acessos à página de um determinado produto ou usem a análise preditiva para identificar quem responderá melhor a ações de remarketing.

A melhor parte é que podem aplicar todos estes dados nas definições das vossas campanhas de Ads, e integrá-los com outros serviços do Google. Saber é poder.

Na Zyrgon falamos Analytics, traduzimos a informação em conversão. Falem connosco.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Post comment